Violet & Daisy


 Bonne nuit, meu amores. Como vão? Hoje vou falar do último filme que assisti: Violet & Daisy (2013). Perguntando à mocinha do Open English, significa Violeta e Margarida (uau), ou seja as duas protagonistas tem nomes de flores. E essas pequenas coisas, só me deixaram louca para ver esse filme.


 Armas, sangue, assassinas de aluguel e mulheres aparentemente fofas e gentis. Parece até um filme do Tarantino e de fato, o famoso foi uma das inspirações para o diretor. Mas não esperem demais desse filme como eu fiz, porque dá uma certo desapontamento.


 Violet e Daisy são uma dupla de adolescentes assassinas de aluguel que decidem sair dessa vida, mas antes, querem ter o dinheiro para comprar um vestido da ídola delas: Barbie Sunday. Então, aceitam um trabalho aparentemente simples de matar um homem apenas, solitário e sem conhecimento algum de armas.


 Mas o trabalho, que devia ser apenas dar uns tiros e ver o cara tombar no chão, deixa de ser fácil, elas dormem durante o serviço enquanto aguardam seu alvo e acordam sendo observadas por um homem de meia-idade muito simpático, que oferece biscoitos e leite. O tempo vai passando e elas não sabem se devem matar o homem ou não, ter o vestido ou não.


 Eu esperava um filme bem Tarantino, pra falar a verdade, cheio de tiros, muita ação e mortos com uma trilha sonora linda, mas isso é só no começo. Por outro lado, eu amei a discussão do filme. O diretor pega as questões de porte legal de arma e sentença de morte de um jeito muito legal. A arma, dar um tiro, é um modo muito frio de matar, não há toque. Mas e se você conhecer o alvo e ver que ele é uma boa pessoa? Não ficaria difícil? Quem é você ali no meio de tudo isso pra decidir quem deve morrer ou não? E mais: elas ainda devem matar alguém só para comprar um vestido? Eu não sou muito fã de discussões morais e éticas, mas eu adoro um filme que tem essas coisas implícitas.


 Das personagens, eu gostei mais da Violet, ela é prática, um tanto fria e objetiva, e mais legal também. Por outro lado, a Daisy é a sensível da dupla, ela é super boazinha, é bonitinho e tals mas um tanto chato. Não sou muito fã dos bonzinhos.


 Outra coisa que adorei no filme é o tempo. A maior parte de todo o filme, se passa apenas em um dia, e dá história sim. Não é nem um pouco monótono. Tem hora que a Violet sai para comprar balas e acontecem alguns problemas, enquanto Daisy conhece ainda mais aquele que ela fora contratada para matar. Mas o tempo todo, você fica na ansiedade de descobrir quem é aquele homem e como tudo aquilo vai terminar. Em resumo, amei e super recomendo.

Nota: 




2 comentários:

  1. Suas recomendações de filmes são as melhores!

    ResponderExcluir
  2. Eu amo os filmes que você recomenda. Já vi uns 3 ou mais e gostei de todos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...