Sounds something like a gremlin would say


 Quem ama Mean Girls vai adorar The Most Popular Girl in School. O MPGiS é uma série na verdade... e no YouTube... e com... Barbies. E é esse um dos motivos que é tão genial. É super bem feito, muitas personagens femininas tem voz masculina e falam coisas meio wtf. Quem me acompanha aqui ou me conhece pessoalmente sabe que eu amo esse tipo de coisa. Amo o primeiro e o segundo episódio eternamente, mas toda a série é boa. Cheguei até a segunda temporada e parei nela, sério, é viciante.



 A série é em torno da vida das Cheerleaders do Overland Park High School, começa com a chegada da nova garota, Deandra. Há várias outras personagens, alguns episódios só com personagens masculinos ou impopulares, sem ter nenhuma das Cheerleaders. Vou falar de algumas personagens:

Mackenzie Zales: Head cheerleader, homecoming queen, part-time model... Mackenzie é a líder das Cheerleaders.

Brittanay Matthews: a minha favorita. Melhor amiga da Mackenzie, é a mais "escandalosa" (ela grita e xinga todo mundo, sem medo de ser ela mesma), ela odeia Saison Margeurite também, tipo muito.

Trisha Cappelletti: é a sem-noção das Cheerleaders.

Saison Margeurite: ela diz ser uma aluna de intercâmbio vinda da França, mas segundo Britanny ela veio de Montreal. Saison força bastante a cultura francesa e finge não conhecer palavras (que ela claramente sabe) em inglês. Ela adora a Brittanay, ironicamente.

Shay Van Buren: apelidada de Gay Van Buren, é a maior inimiga das Cheerleaders. É a do meio das irmãs Van Buren, sendo a menor Mikayla e a mais velha Cameron.

Rachel Tice: é uma das garotas mais impopulares do colégio, ela ama Gossip Girl e é vista pelos outros como uma criança. Mas quando era pequena, era amiga das populares, mas um incidente as separou. Ela só tem uma amiga tão impopular quanto ela, Judith Dinsmore. Não é filha única, a irmã dela, Bridget, pouco aparece, mas é super parecida com a Daria.

Jonathan Getslinhaumer: é um g0y. Não tem nenhum amigo, força ser um cara cool e hétero, e no fundo, a gente sabe que ele é gay.


 O único problema da série pode ser crucial para alguns: totalmente em inglês. Não, não dá pra baixar legenda, nem tem em inglês. É puro som mesmo, super rápido e cheio de expressões inclusive. Eu mesma às vezes só pego uma piada na quarta vez que vejo o episódio (são bem curtos). Mas ao mesmo tempo é um ótimo treino. Enfim, como eu apaixonada, vou deixar os dois primeiros vídeos.

 Atualização: por indicação de Kitty (como assim está nos comentários, e obrigada pelo link), descobri que há um canal que legendou em português quase até o final da segunda temporada. Mas em respeito aos criadores originais; Mark Cope, Carlo Moss e Lily Vonnegut; vou deixar os originais aqui e quem preferir ver legendado, clique aqui. O último postado, episódio 26, foi há alguns meses atrás, então não sei se o dono continuará com o projeto, só avisando.



 Espero que tenham gostado.

3 comentários:

  1. http://www.youtube.com/watch?v=RXWlnF2DDkM&list=PLdIlbv-iCtYBVi2Uv7-aAXwD7brApy2Wd

    ResponderExcluir
  2. Nossa acabei de conhecer o seu blog e vou te dizer estou apaixonada haha adorei o estilo pale dele haha amo Mean Girls, e nunca tinha ouvido falar dessa série, mas os gifs são de morrer. Adorei conhecer os personagens, vou ver se assisto. Tô seguindo o seu blog, se quiser conhecer o meu segue o link www.infectedbyculture.blogspot.com.br :)

    ResponderExcluir
  3. quero todas >.<

    http://divasblogtms.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/pages/Divas%C2%B3/1478101982460409

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...