Brooke Candy


 Faz meses que eu quero falar dela, já citei tantas vezes e finalmente chegou a hora. Quero pedir desculpas desde já pela falta de posts, os que escrevi rápido e as imagens que nem editei. Eu tenho me ocupado muito e meu computador quebrou semana passada, sem previsão para retorno ainda. E todos os meus editores, fotos, documentos e videos estavam lá. Nem venham com "mas por que você não gravou num pen drive?", sério mesmo que vocês fazem isso? Eu tinha umas quatro mil músicas, sabe-se-lá-quantas-fotos, deus-sabe-quantas-horas-de-video, etc. Gastaria muito em pen drives. Mas to fugindo muito do assunto, vamos falar da deusa do hip-hop.



 Brooke Dyan Candy (aposto que você achou que era nome artístico!) nasceu dia 20 de julho de 1989, em Oxnard, California. Começou a trabalhar no ramo da moda, como estagiária em estilismo, depois como manequim, até que se cansou e decidiu virar stripper em Hollywood. Chegou a conhecer Azealia Banks, que também trabalhou no mesmo clube de strip, mas ambas se cansaram. Após oito meses, Brooke largou o emprego e nessa altura já havia lançado algumas músicas na Internet, logo Azealia apresentou Brooke a Charli XCX e então a rapper já estava fazendo parte do clipe e da música Cloud Aura de XCX. Mas só realmente ganhou fama após aparecer no clipe Genesis, da cantora Grimes. Ela possui um mixtape intitulado Freaky Princess e recentemente lançou seu primeiro EP, com o nome de Opulence.


 O estilo de Brooke é bem diferente. Muitas roupas são essas usadas por strippers, algumas tem um quê de futurista, mas é inegável que ela é estilosa. Algumas vezes, em lembra a época Born This Way da Lady Gaga, por tantos saltos, roupas de couro, maquiagem carregada e cabelo claro.


 Quanto a ela, não há dúvidas que tem gente que chama ela de promíscua, ou vadia. Ela já disse muitas vezes que isso não é motivo de vergonha, uma mulher explorar sua sexualidade não é errado. Algumas letras de suas músicas são super feministas, como Das Me, na qual ela diz, por exemplo, para não ligar quando te chamarem de vadia. Portanto admiro ela como rapper, mulher e exemplo de estilo. Agora vamos às músicas.




 Espero que tenham gostado, comentem!


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...