Entrevista: Henrique Mansur

Henrique tem apenas 13 anos e já é bem estiloso. Ele mora em Ribeirão Preto, São Paulo, se destacando por aqui por ser jovem e misturar diversos estilos, principalmente o Seapunk
 Você não segue exatamente o Seapunk, parece que mistura outras coisas. O que você diria que é o seu estilo, Henrique?

Bom, acho que eu não tenho um certo "estilo", eu vou pegando influencias que vejo na internet e monto meu look, não tenho muito segredo (risos), procuro coisas que se encaixam com meu estilo e vou em frente (risos).



 Nossa, que legal. É meio difícil alguém ser assim na sua idade. Você tem alguma inspiração para se vestir?

 Eu não me inspiro em nenhuma pessoa famosa, eu só vou vendo os looks no Tumblr, pegando e formando meu próprio look. Vejo uma ideia de Tie Dye, vou lá e faço; vejo eu acessório, whatever (risos).

 (Risos) Poucos fazem isso. Mas você não sofre nenhum tipo de preconceito aqui em Ribeirão? Se sofre, liga para isso?
  
 Bom, acho que não,até porque as roupas que eu uso não são tããão diferentes assim. Mas na escola, eu sofro um pouco sim, porque as pessoas da minha escola são um estilo COMPLETAMENTE diferente do meu. Mas podem falar o que quiserem, não vou mudar meu jeito de ser e não vou parar de usar as roupas que eu gosto.

 Você é bem legal, tem opiniões bem formadas. E como você começou a ser assim? Digo, como começou a seguir seu próprio estilo?


Bom, eu comecei a seguir meu "próprio estilo" quando eu ouvi Grimes. Comecei a adicionar pessoas no meu Facebook que também curtiam, aí fui vendo como eles se vestiam e eu acabei de identificando e amando cada vez mais.

Que legal! E quais são suas bandas e cantores favoritos?
Então, eu gosto muito de Charli XCX, Marina and the diamonds, Lorde, Crystal Castles, The XX, Lady Gaga, Die Antwoord, Florence + The Machine, Lana Del Rey, MGMT, Ms Mr, David Bowie, The Cure, Grimes, Brooke Candy e Iggy Azalea.

Uau, to impressionada! E quais são as três coisas que você não vive sem?

Internet, música e Tie Dyes.

E para encerrarmos: qual a dica que você dá para quem quer seguir o próprio estilo, mas que por influências sociais, não segue?

Eu acho acho ninguém deve se prender as roupas comuns. Com comuns digo, blusa jeans e all star, por exemplo. Vai fundo, hoje em dia tem tanta loja virtual que vende essas roupas "Tumblr" e não são caras. Ás vezes você pensa "nossa pra eu ser cool eu tenho que ter muita grana pra comprar esse tipo de roupa", mas não, o preço é de, tipo, 20 reais mais caro que uma roupa da Renner (uheueheu), então não tenha medo, vai fundo e crie seu próprio estilo.


Fiz a entrevista com o Henrique, porque achei interessante um menino de tão pouca idade já saber mais que muitas pessoas por aí. Ele é um exemplo de que devemos ser como queremos, não como os outros querem. Espero que tenham gostado.


4 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...